Pueblos

Castelo Novo

Duração do evento: 2 dias

Página web: https://www.cm-fundao.pt/

A terceira edição do Ventos Nocturnos – Festival de Música Antiga de Castelo Novo, que irá celebrar-se do dia 24 ao dia 26 de Julho, acolherá no decorrer destes 3 dias, 10 concertos e atividades onde surgirão compositores e obras, interpretados à luz das práticas dos períodos Medieval, Renascentista e Barroco, em instrumentos ou cópias de instrumentos originais, procurando reproduzir, nos nossos dias, as sonoridades do passado, tocados em espaços especiais e alguns particulares da aldeia histórica de Castelo Novo, propondo uma experiência patrimonial e cultural ao mesmo tempo. Serão interpretadas obras de Alessandro Piccinini, Antoine Forqueray, Carl Friedrich Abel, Claude Benigne Balbastre, Dietrich Buxtehude, Frei Manuel Cardoso, Gaspar Sanz, Georg Philip Telemann, Giovanni Zamboni, Giuseppe Carcani, Handel, Henry Purcell, Jacques Duphly,João Rodrigues Esteves, Johann Sebastian Bach Josep Pla, Juan Baptista Pla, Luigi Boccherini, Manuel Rodrigues Coelho, Niccolò JommelliPedro António Avondano, Santiago de Murcia e de Vivaldi Nesta edição, teremos algumas novidades, destacando-se a presença de um Órgão Positivo, instrumento que no período barroco foi muito apreciado, este instrumento estará presente em três dos concertos do Festival, desempenhando as várias funções para o qual era requerido, isto é, como solista, no desempenho do Baixo Contínuo e adaptado como substituto dos restantes instrumentos do trecho musical original. O Festival inicia-se com A entrada do Rei, de Jacinto Cordeiro, uma criação teatral da Companhia Este-Estação Teatral, A tranquilidade da 2º noite trará a apoteose do Festival, com o concerto performativo Martyria, encomenda do próprio Festival. Assim, na noite serena de Castelo Novo, perante uma imensa abóboda estrelada, dois bailarinos movimentar-se-ão ao som da obra de Buxtehude, interpretada por um conjunto de cantores e instrumentistas, sendo o cenário ilustrado por imagens alusivas ao tema do concerto. Outra novidade na edição deste ano será a realização de um atelier para crianças com o título Já cantam os galos. Os pais serão convidados a inscrever previamente os seus filhos nesta atividade, que se vai desenrolar no decorrer da manhã de Domingo, sendo a apresentação no final do Festival, durante o último concerto.